Pudim_Molotov[1]O Molotof(ou Molotov) que vem do nome original de pudim Malakof está relacionado com a guerra da Crimeia que decorreu entre 1854 e 1855.

Malakof é o nome de uma fortaleza que protegia a cidade de Sebastopol. O general francês Pélissier tomou esta fortaleza e recebeu o títulode duque de Malakof.

A receita nasceu da necessidade de aproveitar as claras dos ovos como receita de guerra.

Entre 1939 e 1945 notabilizou-se com o ministro dos Negócios Estrangeiros da URSS Vyacheslav Mikalovich Skriabine, dito Molotov na clandestinidade. Com este nome passou a ser conhecido internacionalemente.

Em Portugal talvez por confusão com este nome o pudim ganhou o nome de “Pudim Molotov” ou “Molotof”.

Mas se a história desta sobremesa tão simples deixa transparecer porque existe o pudim e como foi criado. Ainda hoje se contam imensas histórias de como não deixar baixar o Molotov.

Na realidade hoje podem mesmo ser considerados mitos os seguintes exemplos:

  1. Uma pitada de sal adicionada ao Merengue.
  2. Deixar o Pudim no Forno com a porta aberta.
  3. Desenformar frio.

Possivelmente terá mais mitos a adicionar. Muitos já os tomou como opção e de vez em quando continua a correr mal. Pois o segredo não tem nada de “Segredo”.

O Molotov é feito de uma emulsão. A emulsão por natureza tem imenso ar. A diferença de temperatura quando abre o forno é a verdadeira razão pelo qual o Molotof desce.

A solução não podia ser mais simples.

Não abra a porta do forno durante a cozedura e deixe arrefecer no forno. Assim garante que no processo o Merengue mantém o ar até estabilizar e cozer totalmente. Coloque no frio sem desenformar e tem de certeza o Molotov garantido.

Fica também a receita bem simples:

Ingredientes:

  1. 10 claras
  2. 10 colheres de açucar
  3. Caramelo

Preparação

  1. Bata as claras em castelo, junte o açucar aos poucos e sempre a bater até ao fim.
  2. Coloque o caramelo em fio e aos poucos sempre a bater até ao fim.
  3. Coloque na forma
  4. Leve ao forno a 200º 12 a 15 minutos.

Adicione doces de ovos se pretender por exemplo. A sua imaginação é o limite!

Como diria o Fernando Pessa, e esta hã!? E para quem pretende ainda mais fácil a receita do Molotof sem Forno!

Artigos Relacionados

Artigos Relacionados